Cabelos

Big Chop: transição capilar de vez!

Muito ouve-se falar de um tal Big Chop. Quem começa o processo de transição capilar e procura informações, dá logo de cara com esse termo, que, inicialmente, assusta. Por isso, o Beleza Simples veio te ajudar a conhecer melhor e, quem sabe, auxiliar nessa decisão tão importante.

O que é o Big Chop?

O Big Chop é um termo em inglês que significa o “grande corte”. Ou seja, o corte total da química após um período de transição (estabelecido pela própria pessoa). Muitas mulheres, ao deixarem de lado os procedimentos químicos, optam por fazer o big chop logo de cara, cortando os fios bem curtinhos e curtindo cada fase e tamanho dos cachinhos. Já outras, optam por esperar um tempo maior, por receio de não conseguir lidar com a mudança de ter um cabelo curtinho. Quem escolhe esperar, passa um tempo convivendo com duas texturas (lisa da química + cacheada natural), até que o Big Chop possa ser feito sem que o comprimento dos fios seja muito afetado. É uma decisão que requer paciência, coragem e muito carinho consigo mesma.

big chop frase coco chanel

Quando fazer o Big Chop?

Depois de muito tempo com químicas, é natural uma ansiedade para ver o cabelo natural de volta logo. O ideal é que você aguarde o tempo de crescimento do seu cabelo para pensar no seu corte. Algumas pessoas super ousadas arriscam passar máquina bem baixinha, quase zero, para começar esse “cultivo” dos cachos naturais desde o início. Mas a maioria concorda que, apesar de ter que cortar, o ideal é ter os cabelos com algum comprimento. É importante lembrar que nossos cabelos crescem de 1cm a 1,5cm por mês, então, pode ser que leve cerca de 5 meses para começar a aparecer um comprimento bacana para um corte que permita modelagem e que não fique tão curto. Claro que vai sempre depender da curvatura dos seus fios: os mais crespos, por terem um fator encolhimento maior, demoram mais a mostrar o real tamanho que estão. Como dissemos: é ter paciência para decidir.

Existe produto para retirar a progressiva?

No mercado cosmético, algumas marcas lançaram produtos que prometem a retirada da química. Porém, eles nada mais são do que uma nova química, com texturização para tentar enrolar os fios (sem tanta eficácia e com um grande risco de danos severos aos cabelos). Seria um equivalente ao “permanente” que muitas mulheres fizeram antigamente. Não vale a pena arriscar a saúde do seu fio.

Legal, decidi! E agora, como e onde eu faço o Big Chop?

Uma vez que você optou pelo corte, existem inúmeras possibilidades para você realizá-lo! São elas:

  • Fazer sozinha em casa. Sim, pode ficar tudo torto, mas é um momento que pode ser divertido de passar, nem que depois você recorra a algum salão pra arrumar.
  • Ir direto a um salão para fazer um corte mais moderno e bem feitinho. Nesse texto falamos um pouco sobre como escolher o salão ideal.
  • Ir a locais que cortam cabelo para doação. Algumas instituições cortam por conta os cabelos que tenham mais de 20cm de comprimento para produzirem perucas e doar a hospitais que tratam câncer.

big shoop: por que não doar seu cabelo?

Enfim… Você escolhe como irá se sentir melhor e como fará desse momento algo único. Até porque, convenhamos, o Big Chop não é apenas um corte de cabelo: é uma experiência de autoconhecimento e libertação.

E depois do Big Chop?

Você VAI estranhar! É absolutamente normal que você não se identifique assim, logo de cara. Mas o legal é justamente isso: ver uma nova versão de você, prontinha para descobrir os fios naturais!

Dito isso, precisamos trazer uma outra verdade: você vai ver que, assim como os fios alisados, seu cabelo natural também requer cuidados intensos. Não existe cabelo que não precise de cronograma capilar (saiba como fazer aqui) e demais proteções. O que vai mudar é a forma de finalizar seus fios (saiba quais são os 10 melhores amigos dos cabelos cacheados e crespos: aqui).

Cuidados básicos

Invista em bons cremes de pentear e geis, pomadas e tudo para modelar os seus fios. Evite ao máximo utilizar fontes de calor após o big chop, até para preservar possíveis pontas com resquícios de químicas (se você reativa a química, volta tudo ao começo e dá-lhe transição capilar). O ideal é não bobear com os cuidados, muita hidratação e nutrição para que os novos cabelos cresçam brilhantes e saudáveis!

E então… Como você encara esse desafio que é o Big Chop? Já fez? Faria? Conta pra gente, divida sua história e vamos inspirar mais pessoas nessa estrada tão linda que é o reencontro com o natural!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *