Cabelos

Queda de cabelo: como cuidar e prevenir?

Você passa os dedos pelas madeixas e percebe que os fios estão “se desprendendo” do couro cabeludo: queda de cabelo! Socorro!

Vamos entender melhor sobre como e porquê os cabelos caem antes de ativar o modo-desespero, ok? Vem com a gente, pois hoje vamos falar tudo sobre queda e quebra de cabelo!

CAIR CABELO É NORMAL?

Quem ama seus cabelos, obviamente, não gosta de vê-los caindo à toa. Porém, embora muitas pessoas não saibam, nós perdemos em média 100 a 150 fios de cabelos por dia de maneira natural e sem que isso signifique um problema.

Como identificar quanto cabelo caiu?

100 a 150 fios parece muita coisa, né? E é claro que ninguém fica contando quantos fios de cabelo perdeu em uma lavagem ou em uma escovação. Seria impossível!

A dica nesse caso é: siga seu sexto sentido! A gente costuma perceber quando a queda de cabelo é maior do que o normal. Sempre observe os fios caídos durante o banho e pós escovação, mas lembre-se: há fases ou procedimentos que podem causar maior queda sem necessariamente ser um problema.

O QUE PODE CAUSAR A QUEDA DE CABELO?

Quando seus fios estão caindo de maneira fora do comum, algumas causas podem ser consideradas. Inclusive não é só problemas de saúde que causam queda de cabelo, apesar de ser a causa mais comum.

  • Má alimentação ou cardápios pobres em vitaminas e minerais;
  • Estresse excessivo ou períodos sob forte ansiedade;
  • Utilização de químicas severas em demasia;
  • Utilização de químicas em cabelos já fragilizados;
  • Carência de vitaminas específicas durante ou após algum tratamento de saúde;
  • Maus hábitos como: não ingerir água o suficiente durante o dia, fumar, exagerar nas frituras, no sal e nos doces;
  • Desequilíbrio hormonal;
  • Durante a fase de lactação (aliás, aqui tem um conteúdo muito legal sobre cuidados de beleza na gestação);
  • Condição genética.

DICAS PARA RECONHECER UMA QUEDA GENUÍNA

queda de cabelo - quais são os sinais

 Como cuidar e evitar a queda de cabelo

  • Seque direitinho: nunca esfregue os fios com a toalha na hora de secá-los! Deve-se evitar a fricção, que pode levar à quebra e/ou aos danos das cutículas capilares;
  • Use sempre bons protetores térmicos antes de submeter os fios ao calor do secador e/ou da chapinha. E, claro, sempre que for se expor por um longo período ao sol;
  • Utilize tônicos e tratamentos específicos para a purificação e limpeza do couro cabeludo, sempre que possível. Kits que realizam Detox Capilar também podem ser muito bons. Isso irá fortalecer e estimular a micro-circulação sanguínea da região e, além de garantir uma raiz mais forte, também garante o crescimento saudável das madeixas (veja nosso texto sobre crescimento capilar aqui);
  • Ao lavar os fios, tente utilizar sempre água morna. Nunca quente demais, nem fria demais. A água quente em excesso estimula a produção acelerada da oleosidade no couro cabeludo e pode causar um desequilíbrio severo, levando à caspa (saiba mais sobre caspa aqui), seborreia e, consequentemente, a queda;
  • Siga sempre um bom cronograma capilar para doar aos seus fios tudo o que ele precisa, com a constância exata para a saúde do seu tipo de cabelo. Preze por produtos ricos em ativos de fortalecimento, como óleos vegetais de coco, rícino, extratos de juá, etc.;
  • Mantenha a higiene dos cabelos sempre em dia! Lavar os fios na frequência correta é importante para manter a região do couro cabeludo sempre desobstruída e sem impurezas;
  • Utilize sempre pentes e escovas adequados para seu tipo de cabelo! Ah, e penteie o cabelo de baixo para cima, começando pelas pontas. Se estiver muito embaraçado, opte por um leave-in cremoso que possa ajudar a desfazer os nós.

Acalme-se!

É claro que existem muitos fatores que podem colaborar para a queda de cabelos e nem sempre será por problemas de saúde! Mas sempre que você identificar qualquer mudança no seu corpo, procure um profissional de saúde para realizar um check-up. Às vezes será necessário realizar exames muito específicos!

Os profissionais que costumam identificar problemas relacionados à saúde capilar são o dermatologista e o tricologista. Em alguns outros casos, a queda pode estar relacionada a problemas hormonais/vitamínicos e poderá ser necessário uma avaliação conjunta com ginecologista, nutricionista e/ou endócrino. Nada de sair usando receitas mirabolantes ou produtos cujos ativos você não tenha plena certeza da segurança e procedência, ok?

Cuidando da fortificação dos seus fios você não apenas cuida e minimiza a queda e a quebra capilar, mas também garante o crescimento ideal, na velocidade “normal” e de maneira saudável.

Siga-nos!
RSS1k
Follow by Email76
Facebook0
Twitter2k
LinkedIn768
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curtiu? Compartilhe!