Cabelos

Produto tem ordem correta de uso?

Desde a primeira vez que passamos a ler os rótulos dos produtos, percebemos que, apesar de possuírem o mesmo objetivo, a ordem correta de uso pode variar. De uns tempos pra cá, a internet resolveu estabelecer regras para cada produto, com o objetivo de obter o melhor desempenho e resultado. Mas, será que a ordem dos produtos altera os fatores mesmo? Vamos saber disso agora mesmo!

Limpe bem!

O primeiro produto da rotina, sem dúvida é o shampoo! Um tratamento bem feito começa com um cabelo bem limpinho. E isso indifere para shampoo com sulfato, sem sulfato, higienizador, o que for. Antes de cuidar dos cabelos, os fios precisam estar livres de sujeira e com as cutículas devidamente “abertas” para receber o tratamento. Ah, para a abertura da cutícula, o produto escolhido tem que ter o pH específico para que a dilatação das escamas aconteça (geralmente entre 5 e 6).

Hora de Tratar!

Com os cabelos limpinhos, é hora de partir para a máscara de tratamento! Ela será responsável por repor tudo o que o cabelo estiver precisando, de acordo com sua fórmula e proposta. Algumas máscaras já possuem, em si, um pH bem baixinho (entre 3 e 4,5) e uma ação condicionante que, muitas vezes, até dispensa o uso do condicionador. Mas, na maioria das vezes, sua função é mesmo tratar e “injetar” os ativos no fio.

Dica Extra:

Sempre deixe a máscara em pausa nos fios respeitando o limite informado pelo fabricante. Em alguns casos, se você não sentir que o tratamento fez efeito, na próxima lavagem retire o excesso de água dos fios antes de aplicar o produto (e deixe agir por uns dois minutinhos a mais). Outra dica importante para a lavagem dos fios: enxágue totalmente cada produto!

Condicione e finalize!

Com os fios devidamente enxaguados após o uso da máscara de tratamento, se for necessário, aplique o condicionador. Ou seja, se você sentir que a máscara não deixou os fios “molinhos” e com toque bem emoliente, é hora de “fechar a portinha” das escamas de vez e manter o tratamento dentro do fio. É ele quem vai fechar de vez as cutículas e doar maciez, maleabilidade para pentear e a selagem ideal para refletir a luz, ou seja, BRILHO!

Depois disso, dependendo do seu tipo de cabelo, é só lançar mão de um bom finalizador e partir pro abraço, com fios tratados e saudáveis.

Mas e o pré-poo… Onde entra?

Como o próprio nome sugere, o pré-poo (ou pré-shampoo) é um tratamento realizado antes da lavagem com o shampoo. Ele tem a finalidade de proteger os fios dos agentes mais críticos do shampoo (sulfatos muito fortes) e dar um pontapé inicial aos tratamentos de forma geral.

É uma rotina muito indicada para cabelos:

  • com pontas duplas;
  • com tendência ao ressecamento;
  • quimicamente tratados;
  • cacheados e crespos.

Para fazer um pré-poo você deve aplicar bastante quantidade de óleo 100% vegetal apenas no comprimento dos fios (secos e/ou sujos mesmo). Seu tempo de pausa pode variar conforme a necessidade dos seus cabelos: de meia hora a 2 horas. Após esse período, basta prosseguir com a lavagem e tratamento normalmente. Confira sugestão de óleos:

óleos bons para pré poo - como fazer

Você pode gostar também de:


Compartilhe nas redes sociais
0
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial

Gostou do Blog? Compartilhe com amigos!