CabelosTutoriais e Receitas

Cabelos Oleosos: como cuidar e arrasar!

A maioria das buscas por tratamentos para os cabelos são sobre hidratação, sobre nutrição ou como combater o ressecamento e afins. Porém, também sabemos que existe muita gente que sofre com o problema oposto: os cabelos oleosos. Sim, muita gente (principalmente quem tem fios naturalmente lisos ou alisados) buscam por diversas dicas que auxiliem no equilíbrio da oleosidade.

Por que será que é tão difícil o controle da oleosidade? Por que esse problema ocorre? Como tratar esse tipo de cabelo para que esteja sempre equilibrado e saudável? Vem com a gente, o tema de hoje é para vocês!

Por que os cabelos ficam oleosos?

O problema da oleosidade excessiva acomete as pessoas com os fios mais retos. O “sebo” produzido pelo couro cabeludo, por não ter que dar várias voltinhas (como acontece com os cabelos cacheados), “despenca” de uma só vez da raiz para as pontas e numa velocidade maior. Isso também ocorre porque as glândulas sebáceas produzem mais oleosidade do que a necessária.

O aspecto do cabelo oleoso

Os cabelos oleosos normalmente têm aspecto gorduroso, pesado, são mais finos e geralmente não têm muito volume. As madeixas chegam ao final do dia com aquele efeito “grudadinho” na cabeça e com aparência de sujo. Para um bom cuidado, o primeiro passo importante é a limpeza: ela deve ser feita diariamente e com muito critério, para não comprometer ainda mais a função equilibrante das glândulas.

Dicas para cabelos oleosos saudáveis

Já demos o “spoiler” acima de que o primeiro passo fundamental para o controle da oleosidade é a limpeza. Existem, porém, alguns outros cuidados que ajudam a controlar essa oleosidade do cabelo e, com alguma dedicação, você poderá notar melhoras:

  • Diga adeus ao uso constante de acessórios que “abafem” o couro cabeludo! Sim, para manter a saúde dos fios com tendência à oleosidade, evite abafar o couro cabeludo e deixe os cabelos sempre soltos, evitando o uso de boinas, lenços, toucas ou chapéus que possam impedir a ventilação do couro cabeludo;
  • Não fique passando as mãos ou escove demasiadamente os cabelos. Evite também massagens em excesso no couro cabeludo. Esses são hábitos que estimulam a produção de óleo e podem aumentar consideravelmente o problema da oleosidade. Observação: o cafuné ainda está liberado;
  • Lave os cabelos diariamente: limpeza é fundamental, porém não abuse dos shampoos extremamente adstringentes. Dê preferência aos de pH neutro ou os específicos para cabelos oleosos. O ideal é alternar pois, uma vez que o organismo entra em contato diário com produtos muito “agressivos” e alcalinos, ele pode entender que precisa produzir mais óleo para combater a agressão e, por consequência, quanto mais você lava com shampoos mais “fortes”, mais óleo seu couro cabeludo irá produzir e aí já viu, né? Efeito rebote! Alterne os produtos e sinta a diferença;
  • Use shampoo antirresíduo ou esfoliante capilar apenas uma vez por semana, pelo mesmo motivo acima;
  • Ao passar máscaras hidratantes, condicionadores e leave-in, passe sempre da metade da raiz até as pontas: jamais passe no couro cabeludo;
  • Evite água quente, já que as altas temperaturas tendem a ressecar os cabelos e, por isso, estimula a produção de mais oleosidade.

Produtos para Cabelos Oleosos

O ideal é focar no uso de produtos que cuidem da raiz ao fio de cabelo contribuindo na desobstrução de pequenas partículas de gordura acumuladas no folículo piloso e que nutra adequadamente o bulbo capilar. A formulação dos shampoos deve proporcionar limpeza sem agressão à estrutura dos fios dos cabelos oleosos.

Cabelos Oleosos - como cuidar

Tratamentos Intensos e Especializados

Muitas vezes, o excesso de oleosidade capilar pode ter origem em problemas mais profundos do organismo da pessoa. Por isso, uma dica fundamental: consulte um dermatologista de confiança e peça análises do seu tipo de cabelo e sobre a origem da oleosidade excessiva. Atualmente existem clínicas muito boas, especializadas em tratamento capilar, com tricologistas e terapeutas formados e capacitados para analisar o seu couro cabeludo. A oleosidade excessiva, quando genética, não tem cura: por isso é recomendado um tratamento para controlá-la.

No mundo da cosmética já existem shampoos e loções indicados especificamente para esse tipo de cabelo. Eles removem os resíduos sem ressecar tanto os fios. Shampoos anti-caspa também ajudam e, se o caso for grave, o dermatologista pode indicar também medicamentos via oral.

Pré-Shampoo, Detox e Shampoo a Seco

Existem técnicas muito boas para complementar o Cronograma Capilar de pessoas com o cabelo oleoso. Dentro da rotina é comum encontrar 3 tipos diferentes de produtos: o Pré-Shampoo, o Detox e o Shampoo a Seco. Cada qual tem sua função dentro da rotina:

  • Pré-Shampoo: em cabelos oleosos o pré-shampoo é feito com um produto bem adstringente, antes da lavagem normal, para retirar o excesso de resíduos e poeira, abrindo as escamas dos fios para que ativos de produtos posteriores tenham a ação potencializada;
  • Detox: inclui o uso de shampoos específicos para retirar os resíduos dos fios, do couro cabeludo e, até mesmo, promover a esfoliação da região;
  • Shampoo a Seco: geralmente em formato aerosol, os shampoos a seco são uma grande facilidade para o dia a dia, “secando” o aspecto grudado dos fios e doando mais leveza nas horas de maior pressa. Mas cuidado: eles não promovem a limpeza dos fios, apenas absorvem o excesso de óleo. Ele não dispensa as lavagens frequentes com shampoos comuns e tampouco fazem o tratamento de reposição das máscaras.

A Natureza a Seu Favor

Quem sofre com a grande oleosidade dos fios já encontrou por aí diversas dicas e receitas naturais para auxiliar no controle do problema. Dentre os amigos naturais que você pode encontrar aí na sua casa mesmo, os mais populares são: o limão, a maçã (suco e vinagre), chá de hortelã e chá de gengibre (dentre tantos outros possíveis), mas cuidado:

  • o limão não pode ser utilizado em dias de muito sol e, muito menos, antes da exposição solar, já que pode causar manchas severas na pele. Ao invés de utilizar o suco da fruta, uma dica válida é buscar produtos cosméticos que contenham o limão (lima, laranja e outros cítricos) na composição;
  • utilize os chás mornos ou frios, evite as altas temperaturas;
  • não utilize todos os ingredientes juntos, principalmente se for utilizar o limão para algum detox caseiro;
  • evite o uso de bicarbonato de sódio, que pode desequilibrar a pele da região do couro cabeludo e potencializar a inflamação de feridas locais.

Gostou das dicas? Tem algum truque ou conselho extra? Já sabe, né? Divide, divide… As amigas agradecem a troca de informações! 🙂

Acesse mais dicas para descomplicar a rotina dos seus cabelos:

Compartilhe nas redes sociais
0
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial

Gostou do Blog? Compartilhe com amigos!